Ashburn | domingo, 14 de julho de 2024

Artrite, Artrose e Dores nas Costas – Tratamento Homeopático

Artrite, artrose e dores nas costas

Compartilhe esta matéria

A homeopatia pode auxiliar no tratamento de artrite, artrose e dores nas costas – ou amenizar sua evolução – sozinha ou associada a outros tratamentos.

As articulações são estruturas frágeis, muito solicitadas, frequentemente sujeitas a lesões por vezes definitivas. Um medicamento homeopático bem escolhido pode aliviar as dores e interrompê-las ou, ao menos, retardar a evolução das lesões.

A anatomia das articulações

As articulações são estruturas que unem os ossos entre si e permitem movê-los uns em relação aos outros. Distinguimos vários tipos delas, segundo a forma e o grau de mobilidade que permitem.

  • As articulações imóveis: são ásperas, irregulares ou dentadas, e se encontram entre os ossos. As articulações do crânio são exemplos de articulações.
  • As articulações móveis: ligam as extremidades ósseas separadas umas da outras por uma cavidade articular. Nesse tipo de articulação, as superfícies ósseas são cobertas por um tecido elástico liso e resistente (a cartilagem) que reduz sensivelmente os atritos durante o movimento. A articulação é envolta por uma cápsula, revestida internamente por uma membrana fina, a sinovial. Esta última secreta um líquido, a sinóvia, que lubrifica as superfícies articulares e assegura a nutrição da cartilagem. O joelho e o quadril são exemplos de articulações móveis.

O reumatismo de origem mecânica: a artrose

A artrose resulta do desgaste da cartilagem que fortalece as juntas em consequência de um defeito mecânico, do uso exagerado da articulação (atividade esportiva ou profissional muito intensa), da obesidade ou do envelhecimento – sendo esta última causa a mais comum.

Os sintomas

A dor que a pessoa sente é chamada de “mecânica”, pois aparece quando se está em movimento e desaparece nos momentos de repouso.

Contudo, o problema pode se complicar, causando uma dor permanente, inclusive durante a noite.

O tratamento alopático

É essencialmente preventivo e consiste na luta precoce contra o excesso de peso, o desgaste das articulações e os microtraumatismos repetidos. Durante as crises com dor, o tratamento se baseia na administração de anti-inflamatórios. Quando a crise passa, a pessoa deve manter o repouso da articulação e fazer sessões de reeducação postural global (RPG). Quando a articulação está muito danificada, o médico pode indicar o implante cirúrgico de uma prótese.

O tratamento homeopático

Além dos casos em que houve a solicitação excessiva de uma articulação, a artrose é um distúrbio essencialmente ligado ao envelhecimento. Por isso, a melhor forma de tratá-la é tomar medidas para melhorar a qualidade de vida e fazer um tratamento homeopático que vai recomendar um medicamento baseado nos sintomas mais característicos do paciente.

O medicamento não exercerá efeito sobre o envelhecimento, propriamente dito, mas sobre o que torna esse envelhecimento doloroso: ainda que a artrose, por exemplo, seja muito frequente, nem todos sofrem dela, o que confirma que a velhice por si só não é sua causa.

A artrite: reumatismo de origem inflamatória

Reunidos sob o nome de artrite, os diversos tipos de reumatismo inflamatório caracterizam-se por dores nas articulações afetadas. Essas dores se manifestam sobretudo no final da noite e necessitam de um “desenferrujamento” matinal, isto é, cessam quando o paciente faz um alongamento antes de se levantar. Os sinais de inflamação (vermelhidão, inchaço, calor das articulações atingidas) se manifestam apenas em caso de inflamação aguda.

O tratamento alopático

Baseia-se na administração, de um lado, de remédios destinados a fazer desaparecer os sintomas (analgésicos para a dor, anti-inflamatórios e corticoides contra a inflamação); de outro lado, de remédios para combater o processo patológico propriamente dito (antimaláricos, sais de ouro, etc). Esses tratamentos são responsáveis por efeitos colaterais sérios, o que torna necessário um acompanhamento médico rigoroso. A alopatia também propõe tratamentos ortopédicos (cirurgia, próteses, ergoterapia, reeducação postural, etc.).

O tratamento homeopático

A homeopatia trata de modo muito personalizado os pacientes que sofrem de reumatismos inflamatórios. Apenas a busca do medicamento de fundo poderá permitir o alívio das dores, o fim delas ou, pelo menos, o retardamento da evolução da doença.

Dores nas costas 

Um mal extremamente comum, a dor nas costas pode ter múltiplas causas. Quando não é decorrente de um distúrbio das vísceras ou de uma espondilartrite, pode ter sua origem na má postura, no sedentarismo, no estresse, na deformação da coluna vertebral (escoliose, cifose, lordose, etc.), na osteoporose e, até mesmo, numa hérnia de disco.

Torcicolo

É uma contração dos músculos do pescoço que causa uma torção e uma dor forte. Em consequência, a cabeça fica numa posição inclinada. Normalmente o torcicolo desaparece espontaneamente depois de alguns dias. Se isso não ocorrer é necessário fazer uma consulta médica para detectar um eventual distúrbio subjacente (como artrose cervical, por exemplo). 

Dor ciática

A ciática é uma dor que se irradia ao longo do nervo ciático, podendo se estender por todo o percurso desse nervo, que vai das nádegas até os pés. A dor ocorre quando o nervo ciático é comprimido. Pode ser decorrente de problema de postura, movimento em falso, ou até de uma hérnia de disco.

O tratamento alopático para esses casos baseia-se no repouso e na administração de remédios e relaxante muscular contra a dor; em certos casos, o uso de uma coleira cervical ou coletes para manter a coluna vertebral ereta, pode ser necessário. Sessões de fisioterapia também podem ser indicadas.

O tratamento homeopático pode ser realizado com a prescrição de diferentes medicamentos que são escolhidos em função dos sintomas mais característicos do paciente. Podem trazer alívio prolongado em associação a outros tratamentos. Por isso, é fundamental realizar uma consulta com médicos homeopatas antes de tomar qualquer decisão.

Associação alopatia e homeopatia

Nada impede que a pessoa que se trata com alopatia possa recorrer à homeopatia. De fato, os tratamentos alopáticos não modificam as características pessoais, que são justamente as mais utilizadas para determinar um medicamento homeopático específico para o paciente. Portanto, é possível utilizar a homeopatia para aliviar problemas reincidentes, ao mesmo tempo que se usa a alopatia.

Procure seu médico, cuide da sua saúde e, se precisar, conte com a gente.

Referência Bibliográfica: SERVAIS, Dr. Philippe M. (org.). Larousse da Homeopatia. São Paulo: Larousse do Brasil, 2002.

Outras matérias

Matérias

Symphytum – Atletas podem usar homeopatia?

SYMPHYTUM – Atletas podem usar homeopatia? É comum percebermos maior desgaste, contusão e dor em atletas durante competições e treinos pré-campeonatos, e os tipos de

Nos dedicando à Satisfação de nossos Clientes

Nos adaptando às necessidades comerciais do mercado.

CADASTRE - SE E RECEBA NOVIDADES

SIGA INJECTCENTER NAS MÍDIAS